terça-feira, 2 de setembro de 2014

Ibope em SP mostra Marina com 39%, Dilma com 23%, e Aécio com 19%

02/09/2014 19:00 - Atualizado em 02/09/2014 19:00

Agência Estado



ALEX SILVA/ESTADÃO CONTEÚDO
Debate TV Bandeirantes - Marina, Dilma e Aécio
Marina, Dilma e Aécio no debate da TV Bandeirantes
Pesquisa Ibope encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo mostra liderança da candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, em São Paulo, com 39% das intenções de voto. Na pesquisa anterior, feita entre 23 e 25 de agosto, Marina aparecia com 35% das intenções de voto.
No maior colégio eleitoral do País, a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) se manteve em 23% das intenções de voto. O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, oscilou de 19% para 17% das intenções de voto no Estado.
O levantamento divulgado nesta terça-feira também mostra que o pastor Everaldo manteve 2% de intenções de voto entre os eleitores paulistas. Eduardo Jorge (PV) ficou igualmente em 1%. Brancos e nulos somam 7% e indecisos, 10%. No fim de agosto, brancos e nulos eram 9% e indecisos, 10%.
A pesquisa ouviu 1.806 eleitores em 87 municípios de São Paulo entre 30 de agosto e 1º de setembro. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais e o nível estimado de confiança, de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. O levantamento foi registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo BR-0492/2014.

Petista histórico, empresário agora apóia Marina e Aécio

01/09/2014
 às 6:02 \ Mercado de ideias

Até tu, Lawrence?

Teorema de Pih: Lógica > Ideologia = Progresso
Quando o PT ainda estava nas fraldas, Lawrence Pih, empresário dono do Moinho Pacífico em São Paulo, foi um apoiador de primeira hora.Lawrence Pih
Nas sucessivas eleições que Lula perdeu antes de chegar à Presidência, Lawrence era membro do conselho político do PT e participou da comissão de finanças do partido, com a tarefa inglória de levantar dinheiro para o então candidato, cuja retórica antimercado sequer sugeria o pragmatismo com que governaria depois.
Agora, quando o PT tenta obter seu quarto mandato presidencial consecutivo, Lawrence prefere ver no Planalto Marina Silva ou Aécio Neves.
Anos de gestão fiscal temerária, baixo crescimento, intervenção estatal em inúmeros setores e ausência de reformas fizeram com que o PT perdesse o voto de um empresário historicamente associado a uma agenda de esquerda no Brasil.
“Tanto Marina quanto Aécio trarão mais credibilidade ao País se eles se cercarem de pessoas competentes. Com Lula, tivemos a continuidade de política macroeconômica através de pessoas como o Antonio Palocci e o Henrique Meirelles. Tenho a esperança de que a Marina faça a mesma coisa. Conheço o trabalho do Eduardo Giannetti, e é um economista que defende políticas macro sólidas, que fazem sentido.”
Se Marina for eleita, vai ter que tipo de apoio dos partidos para governar?
“Acho que ela terá o PSDB sim, e terá a parte boa do PMDB: o Jarbas Vasconcellos, o Pedro Simon. Além disso, quem tem a caneta na mão consegue persuadir muita gente.”
Mas e o horror que Marina parece ter do PSDB, fazendo questão de dizer que não subiria no palanque de Geraldo Alckmin em São Paulo?
“A Marina é uma pessoa inteligente e certamente preocupada com a governabilidade. Quando você senta na cadeira, tem que amenizar suas posições mais radicais. Mas se ela começar, antes de ser eleita, a ser mais flexível, ela vai ser vista como uma política como as outras. Para governar, ela fará concessões, entretanto sempre dentro da ética que lhe é peculiar.”
O que deu errado com o Governo Dilma?
“Sempre que você tiver uma ideologia que prevalece sobre a lógica econômica, ou uma agenda política que se sobrepõe à lógica econômica, a economia sofrerá.”
Quais devem ser as prioridades do novo governo?
“Temos problemas estruturais, como uma economia indexada tanto nos salários quanto nas tarifas públicas, e contratos de médio e longo prazo. Temos uma educação de baixíssima qualidade. Da nossa produtividade então, nem se fala! O Ministro da Indústria e Comércio, Mauro Borges, disse que a produtividade do trabalhador brasileiro é um quinto do trabalhador norte americano. Nada justifica isso, nem mesmo a diferença na educação! Além disso, nos anos 90 os manufaturados eram equivalentes a 29% do PIB brasileiro, e hoje são 14%. O setor manufatureiro já não exporta nada que seja relevante. A legislação trabalhista também é um desafio. Ela é arcaica e excessivamente onerosa. No Brasil, há mais de 3,3 milhões de ações trabalhistas por ano. Os gastos e o desperdício de recursos públicos também oneram o país.”
Por Geraldo Samor

Homem montado em um cavalo atira contra Policiais Militares em Luminárias - MG

Publicada em: 02/09/2014 00:15 - Atualizada em: 02/09/2014 11:32
A cidade de Luminárias viveu momentos de "faroeste" na madrugada desta segunda-feira
Vista parcial de Luminárias, cidade onde aconteceu os disparos. Foto extraída do site da Prefeitura de Luminárias

Na madrugada de ontem, segunda-feira, dois policiais militares da cidade de Luminárias foram vítimas de tentativa de homicídio. Eles ouviram estampidos de tiro no bairro São Sebastião e se dirigiram para o local. Chegando lá, eles encontraram um homem conhecido na cidade pela prática de diversos delitos, galopando a cavalo e efetuando disparos para o alto.
Quando os militares se aproximaram, o homem efetuou diversos disparos em direção aos policiais, que revidaram respondendo também da mesma forma. O homem, ao perceber que os policiais haviam reagido, fugiu em galope com o cavalo embrenhando num matagal.
Reforços foram solicitados em Lavras e Ingaí e um rastreamento foi feito na região de difícil acesso. Os policiais encontraram um estojo de projéteis calibres 22, todos deflagrados. Os policiais foram até a residência do autor, porém, ele havia desaparecido.
O autor agora é procurado pela policia por tentativa de homicídio contra dois policiais militares em serviço. Até o momento da postagem desta notícia, ele ainda não havia sido encontrado.

Caixeiro-Viajante

Caixeiro-viajante é uma profissão antiga, de uma pessoa que vende produtos fora de onde eles são produzidos. Antigamente, quando não havia a facilidade do transporte entre cidades, os caixeiros-viajantes eram a única forma de transportar produtos entre diferentes regiões fora das grandes cidades. O mesmo que mascate tem a profissão de mascataria ou mascatagem, mercador ambulante que percorre as ruas e estradas a vender objetos manufaturados, tecidos, jóias, etc. Mascates foi o nome dado no Brasil aos mercadores ambulantes e vendedores de "porta a porta", também chamados de “turcos da prestação”. A origem do termo "mascate" vem do árabe El-Matrac , o vocábulo usado para designar os portugueses que, auxiliados pelos libaneses cristãos, tomaram a cidade de Mascate (no atual Omã) em 1507, levando mercadorias. Fonte: Portal Bom Jardim.
(1º DE SETEMBRO, DIA DO CAIXEIRO - VIAJANTE)
Via: NOTICIAS DE BUERAREMA-BA ( olho de águia ) 

Menina que matou instrutor nos EUA disse que arma era grande 'demais'

02/09/2014 13h33 - Atualizado em 02/09/2014 13h35

Relatório divulgado pela polícia diz que menina reclamou do peso da arma.
Charles Vacca ensinava garota de 9 anos a usar submetralhadora.

Da Associated Press
Criança mata instrutor com tiro acidental (Foto: Mohave County Sheriff/divulgação)Criança mata instrutor com tiro acidental
(Foto: Mohave County Sheriff/divulgação)
Um relatório da polícia divulgado nesta terça-feira (2) sobre o caso da menina de nove anos que acidentalmente matou o instrutor de um estande de tiro mostra que imediatamente após o acidente a criança disse que a arma era grande "demais" para ela e que machucava seu ombro.
Os familiares focaram na garota porque pensaram que ela estava machucada e não perceberam que o instrutor Charles Vacca havia sido atingido até que uma pessoa veio correndo em direção a ele. A menina usava uma pela submetralhadora Uzi, de fabricação israelense.
O acidente aconteceu no estande de tiro Last Stop em White Hills, no Estado do Arizona, perto da divisa com Nevada, na manhã do dia 25. Vacca, de 39 anos, foi atingido quando estava ao lado da menina e a ensinava a operar a arma automática.

Ao apertar o gatilho, a criança não aguentou o coice provocado com o disparo, que a forçou a levantar a arma. Vacca acabou alvejado na cabeça, de acordo com um comunicado da Delegacia do Condado de Mohave.
Ele foi levado de helicóptero para Las Vegas, onde foi declarado morto. Um porta-voz do departamento de polícia disse não saber quantas vezes Vacca foi alvejado ou o modelo da Uzi que era utilizado pela garota.Alguns tipos de submetralhadora são capazes de disparar 30 tiros por segundo, de acordo com o site da fabricante.

O Last Stop, um complexo que inclui um restaurante, bar e camping para trailers, tem um programa "Burgers and Bullets" (hambúrgueres e balas) que oferece a seus clientes um almoço com visita ao estande de tiro, onde podem escolher entre mais de 20 armas automáticas para atirar, de acordo com o site.

Mantega confirma reajuste da tabela do IR e diz que gasolina deve subir

02/09/2014 12h32 - Atualizado em 02/09/2014 13h17

MP 644, que estabelecia correção em 2015, perdeu validade na sexta-feira.
Ministro da Fazenda não descarta aumento da gasolina ainda neste ano.

Alexandro MartelloDo G1, em Brasília
Gasolina preço Uberlândia (Foto: Reprodução / TV Integração)Preço da gasolina deve subir neste ano
(Foto: Reprodução/TV Integração)
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (2) que tentará novo reajuste da tabela do Imposto de Renda. Disse também que "todo ano tem aumento da gasolina" e que "este ano não deve ser diferente".
O reajuste da tabela do Imposto de Renda em 4,5% em 2015 estava em vigor até a última sexta-feira (29) por meio da medida provisória 644, que foi enviada ao Congresso por ocasião do Dia do Trabalho. Ela perdeu validade porque não foi votada.
"Vamos resolver isso com alguma nova lei. Isso vamos verificar. Não vamos deixar sem essa revisão da tabela. Ainda não tem uma definição como vamos encaminhar isso", disse o ministro da Fazenda após ser questionado por jornalistas.
A tabela do Imposto de Renda é corrigida anualmente em 4,5% desde 2007. O percentual de 4,5% é o que o governo estabelece como meta para a inflação anual. Representantes dos trabalhadores, porém, têm pedido nos últimos anos uma correção maior da tabela, alegando que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), utilizado como referência no sistema de metas de inflação, tem ficado acima da meta central. Em 12 meses até julho, o índice ficou em 6,5%.
Reajuste da gasolina
Questionado se haveria aumento no preço da gasolina ainda neste ano, Mantega afirmou que "todo ano tem aumento da gasolina". "Este ano não deve ser diferente. Ano passado tivemos dois aumentos de gasolina. Não há uma regra fixa, mas todo ano pode ter um ou dois aumentos de gasolina", declarou o ministro da Fazenda.
No ano passado, foram feitos dois reajustes nos preços da gasolina. O primeiro aconteceu em janeiro, quando a Petrobras reajustou o diesel em 5,4% e a gasolina, em 6,6%. O último ocorreu no fim de novembro, quando a Petrobras anunciou que os preços da gasolina e do diesel foram reajustados nas refinarias. Na ocasião, a alta foi de 4% para a gasolina e de 8% para o diesel.

Dilma provoca Aécio dizendo que ele não sentará na sua cadeira

BASTIDORES DO DEBATE

"Você está querendo sentar na minha cadeira, né Aécio? Mas não vai sentar não", afirmou Dilma; Aécio aparece em terceiro lugar na corrida ao Palácio do Planalto, de acordo com as últimas pesquisas de intenções de votos divulgadas

Dilma e Aécio
A ida do tucano ao segundo turno é cada vez menos provável
PUBLICADO EM 02/09/14 - 10h49
A presidente Dilma Rousseff, que participou do debate promovido pelo jornal "Folha de São Paulo", "SBT" e "Rádio Jovem Pan", na tarde dessa segunda-feira (1º), disse ao passar pelo adversário tucano Aécio Neves a seguinte frase: "Você está querendo sentar na minha cadeira, né Aécio? Mas não vai sentar não". As informações são da "Folha de São Paulo".
O candidato do PSDB aparece em terceiro lugar na corrida ao Palácio do Planalto, de acordo com as últimas pesquisas de intenções de votos divulgadas. Sua ida ao segundo turno é cada vez menos provável. 

Inflação sobe em Belo Horizonte e outras quatro capitais em agosto

IPC-S

A média nacional, divulgada na segunda-feira (1°), ficou em 0,12% na última semana de agosto, 0,06 ponto percentual a mais do que na semana anterior


PUBLICADO EM 02/09/14 - 10h11
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em cinco das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV) entre a penúltima e a última semanas de agosto deste ano. Em Belo Horizonte, houve um aumento de 0,02 ponto percentual, passando de 0,12% para 0,14%. A maior alta foi registrada em Salvador (0,36 ponto percentual). O índice na capital baiana passou de -0,18% na terceira semana de agosto para 0,18% na última semana.
As outras três capitais com índices em alta foram: Brasília (0,17 ponto percentual, ao passar de 0,09% para 0,26%), Recife (0,14 ponto percentual, ao passar de -0,19% para -0,05%) e Rio de Janeiro (0,08 ponto percentual, ao passar de 0,26% para 0,34%).
Em São Paulo, a deflação de 0,15% foi mantida nos dois períodos. Porto Alegre foi a única capital que registrou queda na taxa do IPC-S: 0,1 ponto percentual, ao passar de 0,36% para 0,26%. A média nacional do IPC-S, divulgada na segunda-feira (1°), ficou em 0,12% na última semana de agosto, 0,06 ponto percentual a mais do que na semana anterior.
Agência Brasil

PIB BRASILEIRO - (CHARGE)

Jornal O Tempo - 02-02-2014

ONU critica leis para conter protestos no Brasil

02/09/2014 09:54 - Atualizado em 02/09/2014 09:54

Hoje em Dia



As leis e atitudes adotadas pelo governo para conter protestos sociais nos meses que antecederam à Copa do Mundo e desde meados de 2013 violaram os direitos humanos e as liberdades fundamentais. Quem faz o alerta é a ONU, que cobrou do governo brasileiro em uma carta sigilosa uma mudança em seu comportamento. Mas não recebeu uma resposta do Palácio do Planalto.

O documento foi enviado ao governo brasileiro no dia 4 de abril de 2014 e relatores da ONU exigiam explicações sobre a aprovação de leis antiterroristas, prisões e atitudes do governo em relação às manifestações. A entidade deu 60 dias para que o governo desse uma resposta, na esperança de que ela viesse antes do Mundial, que começou em 12 de junho.

A carta de nove páginas, obtida pela reportagem, é assinada por quatro relatores da ONU, algo pouco comum e que reflete a dimensão da iniciativa contra o Brasil dentro das Nações Unidas. O texto é assinado por Frank La Rue, relator para a Proteção à Liberdade de Expressão, Maina Kiai, relatora para o Direito à Liberdade de Livre Associação, Margaret Sekaggya, relatora para a Situação dos Defensores de Direitos Humanos, e Ben Emmerson, relator sobre Leis Antiterroristas.

No documento, a ONU chama a atenção para os projetos de leis naquele momento que estavam sendo discutidos sobre criminalizar atos terroristas, como as Leis 728/2011, 499/2013 e 236/2012.

A entidade se mostrou especialmente preocupada com a Lei 728. "Ela supostamente tem como meta fortalecer a segurança para a Copa das Confederações de 2013 e para a Copa do Mundo", indicou. "Ela regula greves em períodos precedentes e durante esses eventos, entre outras medidas", alertou. "A lei ainda define o terrorismo como um ato para provocar e disseminar o terror por meio de ofensas à integridade física de uma pessoa ou a privação de sua liberdade, por razões ideológicas, religiosas, políticas, raciais, étnicas ou xenófobas."

Para a ONU, o governo deve "facilitar o trabalho de ativistas de direitos humanos, até mesmo evitando sua criminalização". "Estados precisam garantir que qualquer medida tomada para combater o terrorismo cumpra com obrigações diante do direito internacional."

Máscaras

A ONU também critica as leis adotadas que impedem a uso de máscaras em protestos. "Expressamos preocupações sobre as limitações excessivas dadas pela lei, banindo coberturas de rostos durante assembleias", advertiu a carta. "Tais medidas desproporcionais podem ser usadas para focar em grupos particulares e de forma indevida limitar seu direito à liberdade de se associar de forma pacífica."
Outra crítica foi tecida contra o fato de que a presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 12.850 sobre organizações criminosas, definindo as entidades e dando poderes para o acesso da Justiça a ligações, e-mails, contas bancárias, lista de viagens e outros detalhes de pessoas sob investigação. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Governo reage a Marina com apoio a igrejas

Ouvir o texto
O governo Dilma Rousseff (PT) elabora um conjunto de ações para tentar conter o avanço de Marina Silva (PSB) com medidas que incluem o atendimento a uma das principais bandeiras evangélicas no Congresso: o apoio à Lei Geral das Religiões.
Segundo a Folha apurou, uma das iniciativas do Palácio do Planalto será desengavetar o projeto, proposto em 2009 e há mais de um ano parado em uma comissão do Senado, para conceder diversos benefícios a instituições religiosas, entre eles tributários.
Como primeiro ato do "pacote anti-Marina", o Planalto determinará nesta semana o status de urgência à proposta, o que permitirá ao projeto pular etapas de tramitação e ganhar prioridade de votação.
O texto estende a igrejas evangélicas e outras denominações religiosas benefícios concedidos pelo governo brasileiro à Igreja Católica, a partir de um acordo feito com a Santa Sé em 2008.
Trata-se de tentativa de furar a adesão das igrejas pentecostais à campanha de Marina Silva, que é evangélica.
O projeto da Lei Geral das Religiões já foi aprovado pela Câmara e está na Comissão de Assuntos Sociais do Senado.
Entre outros pontos, ele concede às associações das igrejas que tiverem reconhecida ação social os mesmos benefícios tributários concedidos às filantrópicas.
Também prevê que fiéis que ajudam no dia a dia das igrejas não terão vínculo empregatício para evitar ações trabalhistas e dá uma proteção especial contra a desapropriação e a penhora dos bens das igrejas.
Pelo projeto, a imunidade tributária é garantida "às pessoas jurídicas e eclesiásticas e religiosas, assim como ao patrimônio, renda e serviços relacionados com as suas finalidades essenciais".
EMPRESÁRIOS
A ofensiva petista para neutralizar Marina também contará com uma força-tarefa para afirmar a empresários que o programa da rival travará o gasto público em infraestrutura e provocará desemprego.
O plano petista prevê ainda a facilitação de crédito ao setor privado. A Folha apurou que o ex-presidente Lula cobrou do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, medidas para facilitar o financiamento de empresas para tentar animar a economia.
Além de Lula, o PT quer escalar o ex-ministro Antonio Palocci e o ministro Paulo Bernardo (Comunicações) para atrair o setor produtivo.
Em outra frente, devem ser anunciadas ações incluídas no programa de Marina. Uma das ideias é turbinar a escola em tempo integral, um dos eixos do plano da candidata do PSB para o setor de educação.
Neste mês, Dilma detalhará seu programa de governo e pretende inserir antídotos contra o avanço de Marina, com atenção para medidas que contemplem jovens e eleitores de grandes centros urbanos, faixas onde ela concentra muito vigor eleitoral.
A rápida ascensão de sua ex-ministra do Meio Ambiente deixou Lula preocupado com o fato de até hoje o governo não ter tomado uma medida mais clara para se reaproximar de empresários.
Com a força-tarefa, o objetivo é instar parte do setor produtivo contemplado por benefícios federais a defender o projeto de Dilma.
Um dos argumentos do comitê eleitoral é o de que a proposta de Marina de independência absoluta do Banco Central acarretará uma fuga de gastos públicos para estimular a economia e aumentará o risco de desemprego.

2º debate dos presidenciáveis inspira memes e piadas nas redes sociais

01/09/2014 19h52 - Atualizado em 01/09/2014 20h04

Internautas criaram piadas a partir dos comentários dos candidatos na TV.
Segundo debate está sendo transmitido pelo SBT, Folha Jovem Pan e UOL.

Do G1, em São Paulo
O segundo debate entre candidatos a presidente da República, organizado por SBT, "Folha de S.Paulo", Jovem Pan e UOL, começou no fim da tarde desta segunda-feira (1º). Participam sete candidatos: Dilma Rousseff (PT), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB), Pastor Everaldo (PSC), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB). O debate logo se tornou um dos assuntos comentados pelos usuários do Twitter em todo o mundo, e também inspirou uma série de memes e comentários bem-humorados sobre o desempenho dos presidenciáveis:
Os três primeiros candidatos das pesquisas eleitorais, Marina Silva, Dilma Rousseff e Aécio Neves foram incluídos em uma das montagens que mais fez sucesso no Twitter, envolvendo o programa Tentação do Baú da Felicidade, do SBT.
Aécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff foram lembrados em montagem do programa Tentação do Baú da Felicidade (Foto: Reprodução/Twitter/William_Castro) 
Aécio Neves, Marina Silva e Dilma Rousseff foram lembrados em montagem do programa Tentação do Baú da Felicidade (Foto: Reprodução/Twitter/William_Castro)
Pelas frases inusitadas, Eduardo Jorge é um dos candidatos que conquistaram a preferência dos criadores de memes na internet. Nesta segunda, foi a resposta dele a um comentário de Levy Fidelix que motivou uma das imagens mais circuladas:
Comentário de Eduardo Jorge feito a Levy Fidelix foi repetido por centenas de usuários no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/varelaEdu) 
Comentário de Eduardo Jorge feito a Levy Fidelix foi repetido por centenas de usuários no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/varelaEdu)
Palco do programa Roletrando, que no Brasil foi apresentado por Silvio Santos no SBT, também foi resgatado pelos usuários do Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/brincadero) 
Palco do programa Roletrando, que no Brasil foi apresentado por Silvio Santos no SBT, também foi resgatado pelos usuários do Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/brincadero)
Ao responder uma pergunta de Marina Silva sobre o que deu errado em seu governo, a presidente Dilma Rousseff preferiu abrir sua fala pelos feitos que deram certo, e motivou diversas versões de piadas na web:
Internauta faz piada sobre resposta de Dilma Rousseff a pergunta de Marina Silva (Foto: Reprodução/Twitter/camilatxc) 
Internauta faz piada sobre resposta de Dilma Rousseff a pergunta de Marina Silva (Foto: Reprodução/Twitter/camilatxc)
Nem a discussão entre as duas candidatas foi poupada no Twitter:
Troca de farpas entre Dilma Rousseff e Marina Silva foi comentada de forma bem humorada por perfil falso que parodia a presidente (Foto: Reprodução/Twitter/DilmaRousselff) 
Troca de farpas entre Dilma Rousseff e Marina Silva foi comentada de forma bem humorada por perfil falso que parodia a presidente (Foto: Reprodução/Twitter/DilmaRousselff)
A troca de farpas entre Dilma e Marina foi vista com bom humor pelos usuários do Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/_joaomontanaro) 
 
Atroca de farpas entre Dilma e Marina foi vista com bom humor pelos usuários do Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/_joaomontanaro)
Uma troca de olhares entre Eduardo Jorge e Aécio Neves inspirou essa piada no Twitter:
A troca de olhares entre Aécio Neves e Eduardo Jorge, flagrada na transmissão em duas câmeras, não escapou das piadas (Foto: Reprodução/Twitter/IgorSeco) 
 
A troca de olhares entre Aécio Neves e Eduardo Jorge, flagrada na transmissão em duas câmeras, não escapou das piadas (Foto: Reprodução/Twitter/IgorSeco)
No primeiro debate, a candidata Luciana Genro foi flagrada com uma expressão de tristeza e solidão que motivou a maioria dos memes na internet. Dessa vez, o oposto aconteceu:
Sorriso de Luciana Genro inspirou internauta (Foto: Reprodução/Twitter/lilloalves) 
Sorriso de Luciana Genro inspirou internauta (Foto: Reprodução/Twitter/lilloalves)
Já a frase final de Levy Fidelix no debate desta segunda gerou repercussão nas redes sociais pela energia:
Por causa do bigode e da fala final energética e nervosa, o candidato Levy Fidelix foi comparado a desenho animado no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/kamiikio) 
 
Por causa do bigode e da fala final energética e nervosa, o candidato Levy Fidelix foi comparado a desenho animado no Twitter (Foto: Reprodução/Twitter/kamiikio)
Em suas falas, Pastor Everaldo procurou sempre dar ênfase na família. O uso repetido da palavra não passou despercebido pelos internautas, e muitos lembraram da canção 'Família', do grupo Titãs:
Ao dar ênfase na família em suas falas, Pastor Everaldo lembrou internautas de canção dos Titãs (Foto: Reprodução/Twitter/fagnermorais) 
 
Ao dar ênfase na família em suas falas, Pastor Everaldo lembrou internautas de canção dos Titãs (Foto: Reprodução/Twitter/fagnermorais)
Transmitido pelo SBT, o segundo debate entre presidenciáveis das Eleições 2014 fez com que muitos internautas ironizassem os candidatos, lembrando de personagens e programas do canal de televisão.
Turma do seriado Chaves, transmitido pelo SBT, foi lembrada no início do debate com os presidenciáveis (Foto: Reprodução/Twitter/henriquejunior) 
Turma do seriado Chaves, transmitido pelo SBT, foi lembrada no início do debate com os presidenciáveis (Foto: Reprodução/Twitter/henriquejunior)
Internautas trocaram a imagem dos candidatos por personagens famosos de programas do canal de televisão SBT (Foto: Reprodução/Twitter/SeuQualquer) 
Internautas trocaram a imagem dos candidatos por personagens famosos de programas do canal de televisão SBT (Foto: Reprodução/Twitter/SeuQualquer)
.

Reportagens

Loading...
Loading...
Loading...

Arquivo do blog